Descrição

Devem evitar o convívio com pessoas más e fazer isso com inteligência, com amor a Deus e ao próximo. Devem estar alertas e desconfiar de comportamentos anormais. Devem ser precavidos com pessoas ambiciosas, invejosas e maldosas. Alertou que o demônio encontra suporte bom e fácil nos corações de pessoas dispostas a cometer maldades. O imundo instala-se nos corações dessas pessoas e passa a predispô-las à prática da maldade. Daí vem os furtos, os abusos, as tiranias sexuais, os roubos e os assassinatos. Devem pedir a Deus que lhes dê discernimento para separar as pessoas boas das ruins. Devem pedir a Deus que afaste as pessoas endemoniadas que podem machucar e causar males. As pessoas não mudaram sua essência com o passar do tempo. As pessoas, no início, agora e sempre, serão boas e más. Os sentimentos das pessoas são como são desde o começo da humanidade tal como é conhecida. A Bíblia está cheia de exemplos de pessoas tomadas pelo demônio. Mostrou irmão matando irmão, roubando irmão; mostrou filho enganando pai; mostrou guerras, assassinatos, furtos; mostrou adultério, licenciosidade e perdição; mostrou perseguição, escravidão, torturas e mortes com suplícios extremamente dolorosos. O homem evoluiu mentalmente. Inventou instrumentos que tornam a vida mais fácil. Criou instituições capazes de tornar agradável a vida em comum. Mas o homem, até hoje, não conseguiu extirpar a maldade de seu coração. 
O homem não conseguiu evitar a companhia do demônio.

 

 

Características

    • Ano 2019
    • Autor Libêncio José Mundim da Fonseca
    • Editora Editora Rodapé
    • ISBN 9788560519859
    • Nº de Páginas 352

Avaliações

0.0
0 avaliações
UsuárioFaça um comentário sobre este produto.