Compre junto

Resistir para re-existir: criminologia (d)e resistência e a (necro)política brasileira de drogas - Volume 6

Resistir para re-existir: criminologia (d)e resistência e a (necro)política brasileira de drogas - Volume 6

+
  • Imagem - Penas Perdidas: O sistema penal em questão - 3ª Edição - Volume 5 - 9788584259342 

    Penas Perdidas: O sistema penal em questão - ...

    R$ 56,90 em até 0x de
  • Imagem - Teoria Jurídica do Crime - Volume 1 - 5 Edição -  9788560519569 

    Teoria Jurídica do Crime - Volume 1 - 5 Ediçã...

    R$ 97,90 em até 0x de
  • Imagem - LAWFARE BRASILEIRO - 2ª edição revista, atualizada e ampliada do livro Impeachment de 2016: uma estratégia de lawfare político instrumental - 9786580444731 

    LAWFARE BRASILEIRO - 2ª edição revista, atual...

    R$ 71,90 em até 0x de
  • Imagem - Christian Debuyst: Perspetivas de criminologia clínica - Volume 4  - 9788584259366 

    Christian Debuyst: Perspetivas de criminologi...

    R$ 78,90 em até 0x de
  • Imagem - Execução penal e resistências - 9788584259175 

    Execução penal e resistências

    R$ 90,90 em até 0x de
  • Imagem - Criminologia da Libertação - Volume 3 - 9788584256716 

    Criminologia da Libertação - Volume 3

    R$ 149,90 em até 2x de R$ 74,95
  • Imagem - Abolicionismos penais- 2 Edição - 9788584256730 

    Abolicionismos penais- 2 Edição

    R$ 59,90 em até 0x de
  • Imagem - O Direito penal da guerra às drogas 3º ed - 9788584257386 

    O Direito penal da guerra às drogas 3º ed

    R$ 99,90 em até 0x de
  • Imagem - Sociologia da Violência, do Crime e da Punição - Volume 2 - 9788584256655 

    Sociologia da Violência, do Crime e da Puniçã...

    R$ 89,90 em até 0x de
  • Imagem - Convívio e Sobrevivência: Coproduzindo a Ordem Prisional Brasileira - 9786580444717 

    Convívio e Sobrevivência: Coproduzindo a Orde...

    R$ 99,90 em até 0x de
Comprando 1 item por
R$ 94,90
em até 1x de R$ 94,90

Descrição

Esta obra identifica a possibilidade de se repensar a criminologia a partir de uma mirada periférica, como forma de resistência. Utiliza como referencial as categorias biopolítica e governamentalidade abordadas por Foucault, o paradigma imunitário de Esposito e a necropolítica de Mbembe. Busca-se também identificar como tais conceitos vêm sendo apropriados pela criminologia, em especial a partir da incorporação do atuarialismo criminológico. Fala-se hoje não mais em criminologia, mas em criminologias: “criminologia pós- -critica”, “criminologias alternativas”, “criminologia cultural”, “criminologia cautelar”, “criminologia feminista”, seja qual for a nomenclatura, o objetivo parece ser o mesmo: contenção da violência e da irracionalidade do poder. A forma de se conceber a criminologia aqui pressupõe necessariamente compreendê-la a partir do real. Assim, é apenas a partir da análise de um tema em concreto que isso se torna possível. A (necro)política proibicionista-criminal de drogas brasileira, enquanto mais significativa manifestação concreta do sistema penal, pode ser compreendida por esta ótica. Analisa-se a genealogia do dispositivo das drogas no contexto brasileiro, os regimes de verdade e práticas de poder a ele atrelados, assim como os efeitos de poder decorrentes deste dispositivo. Por fim, busca-se identificar, a partir da crise do proibicionismo, a emergência de saberes e práticas (ações de redução de danos, descriminalização do consumo e regulamentação das drogas) que podem significar táticas de contenção da letalidade e de resistência ao atual modelo necropolítico.

Características

    • Ano 2019
    • Autor Flávio Bortolozzi Junior
    • Editora Editora D'Plácido
    • ISBN 9786580444496
    • Nº de Páginas 386

Avaliações

5.0
3 avaliações
Produto: Ótimo.. Atendimento: Otimos livros..
Produto: Excelente. Atendimento: Extremamente atencioso e profissional. Excelente!
Produto: Recomendaria toda a coleção para que gosta da temática de criminologia e sistema prisional. Atendimento: Sempre fui bem atendida. Sou fã da editora e já tenho mais desejos anotados. Ganharei presente de natal? Meu aniversário é 23/12!
Leia todos os comentários