Descrição

A partir da MP 579/2012, o setor elétrico passou por um novo e complexo modelo, introduzindo fragilidades ainda mais palatáveis pela abrupta intervenção do governo em contratos de concessão em vigor. A tentativa imperial de reduzir a tarifa de fornecimento de energia esbarrou na lógica do mercado – muitos concessionários de geração, simplesmente, não aceitaram se curvar às novas regras -, levando a uma exposição involuntária das distribuidoras que ficaram descontratadas. Esta questão transcende e muito o universo restrito da política governamental do momento, uma vez que a longevidade das usinas hidráulicas – cuja vida útil tende a superar os períodos de concessão – impõe cautela do Poder Público em suas decisões que vão afetar o mercado investidor. Não se nega a possibilidade do Poder Público de revisitar o modelo, mas, ao fazê-lo, deve ouvir previamente as suas partes componentes, a fim de não produzir incertezas e quebrar o eixo de segurança que sustenta o setor elétrico.

Características

    • Ano 2020
    • Autor Rodrigo Bernardes Braga
    • Editora Editora D'Plácido
    • ISBN 9786555891003
    • Nº de Páginas 838

Avaliações

0.0
0 avaliações
UsuárioFaça um comentário sobre este produto.